Germinare é a 9ª melhor da cidade de São Paulo no Enem 2016

Sala de aula da Escola Germinare

A Escola Germinare, focada em gestão de negócios, ficou em 9º lugar na classificação das escolas paulistanas no Enem 2016, segundo ranking divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo este mês. A instituição subiu duas posições em relação a 2015 e, dentre as instituições da Zona Norte da cidade de São Paulo, é a melhor colocada. No Estado, a Germinare ficou em 29º lugar e é uma das 100 melhores escolas do país, ocupando a 98ª posição. Em 2016, 79 estudantes da escola participaram do exame. As informações tabuladas pelo jornal são os dados do Enem realizado no ano passado. O Ministério da Educação não faz mais a divulgação dos resultados por escola.

Para a diretora pedagógica da instituição, Maria Odete Perrone, o sucesso dos alunos no Exame Nacional do Ensino Superior é resultado das disciplinas do currículo convencional e das atividades extracurriculares, como teoria econômica, contabilidade e princípios de liderança empresarial, que são ministradas.

Criado em 2009, o Instituto Germinare é uma entidade sem fins lucrativos que acredita que a educação é o grande pilar de transformação da sociedade. Apesar de ser uma instituição de ensino privado, os pais não têm que pagar mensalidades. A escola é subsidiada por recursos que o Instituto recebe da JBS, do Grupo JBS, e de outras empresas amigas da instituição.

“Não trabalhamos exclusivamente para atingir esse objetivo. Nossa escola não é focada simplesmente no resultado no Enem ou em vestibulares. Queremos que nossos alunos saiam preparados para a vida adulta, não apenas para passar em uma prova”, afirma Perrone. Apesar de não ser preparatória para o Enem ou para vestibulares, o conhecimento extra adquirido pelos alunos da Germinare lhes ajuda a melhorar o raciocínio e a encontrar as respostas para problemas complexos com base no próprio repertório.

A escola é de turno integral e tem cerca de 500 alunos em turmas da sexta série do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio, que também é profissionalizante. Os alunos concluem a escola formados técnicos em administração. Cerca de 2.000 estudantes se candidatam todos os anos para 125 vagas. Para ingressar na escola o aluno passa por um processo de admissão que consiste em provas de português e matemática e dinâmicas de grupo.

A Germinare, uma verdadeira escola de negócios, une excelência acadêmica com visão empresarial. As disciplinas de administração são ministradas por professores universitários que preparam os conteúdos lecionados. Os estudantes recebem gratuitamente uniforme, material didático e um tablet, além de fazerem três refeições por dia na escola (lanche da manhã, almoço e lanche da tarde).