Compliance da J&F recebe prêmio internacional

As políticas de compliance adotadas pelo Grupo J&F acabam de ganhar repercussão internacional na 5ª cerimônia anual de premiação da Associação Latino-Americana de Advogados Corporativos (LACCA), entidade que reúne os principais líderes de departamentos jurídicos da América Latina.

Emir Calluf Filho, diretor de Compliance Corporativo da J&F, recebeu o “Oscar” do Direito latino-americano na categoria “Compliance Counsel Award” (Advogado de Compliance do Ano), que contempla o executivo responsável por implementar as melhores políticas internas, treinamentos e programas voltados a atender às obrigações previstas pelo setor de compliance no mundo corporativo.

Premiação é um reconhecimento aos melhores advogados que atuam em corporações na América Latina

O prêmio representa um reconhecimento à forma como a J&F abordou a questão do compliance. Entre as diversas iniciativas desenvolvidas, houve a realização de investigações internas e a criação de comitês e estudos de vulnerabilidade de setores das companhias que compõem a holding, que tem mais de 300 CNPJs, dentre eles os de empresas como JBS, Âmbar Energia, Eldorado Brasil e Flora.

Desde dezembro de 2017, o grupo já investiu R$ 60 milhões em ações voltadas especificamente a esta área. Emir Calluf Filho recebeu a premiação nesta quarta-feira (26/9), em cerimônia realizada em Miami, nos Estados Unidos. Ele concorreu com executivos da Bayer, Oracle, Fibria e AB InBev da América Latina.

As indicações dos finalistas foram feitas pelos associados, em votação eletrônica pelo portal da LACCA. A escolha do vencedor ficou a cargo de um corpo de jurados especializados, formado pelos executivos Adriana Laporta Cardinalli (Votorantim Cimentos), Barret Avigdor (Lindsey & Africa), Clovis Torres (Souza, Mello e Torres), Jed Hepworth (Fox Rothschild), Siro Astolfi (Mitrani, Caballero & Ruiz Moreno), Valeria Plastino (CenturyLink), Humberto Morales-Barrón (Sánchez Devanny) e Jacobo Cohen Imach (MercadoLibre).

Emir Calluf Filho venceu a disputa com importantes executivos de grandes empresas do continente latino-americano